Como viajar de Manaus a Santarém de barco regional

11:01

Vou contar para vocês uma das viagens mais encantadoras que alguém pode fazer, andar em barcos pelos rios da Amazônia. Porem no post de hoje vou falar de uma das minhas últimas viagens, Manaus a Santarém de barco, ou como o pessoal chama, navio motor. 
A viagem começa logo pela manhã no centro de Manaus, mais especificamente no porto de Manaus, o Roadway. No porto começa toda a saga rumo à viagem. No Roadway é possível comprar as passagens do seu destino, camarote ou um espaço no pavilhão do barco, as famosas redes. As passagens para o pavilhão com rede, costumam custar cerca de R$120,00 e o camarote costumam ser R$350 a R$500. Não existe um site especifico para compra de passagens, mas existe a possibilidade de ser vendidas no próprio barco. Mas lembre-se, antes de você encarar a viagem, caso vc não queira "alugar" um camarote, é bom você comprar uma rede. As redes podem ser encontradas nas redondezas do porto mesmo, no centro da cidade, e os preços são bem acessíveis, podem variar de 25 a 180 reias, dependendo do material de cada uma.  
Voltando ao porto, os barcos que saem com destino Manaus - Santarém, costumam a sair em viagem pelas 12h, horário local. Nessa viagem eu fui no Navio/Motor Ana Beatriz. Era a primeira vez que eu havia viajado nesse barco e confesso que gostei bastante, mas como eu fiquei no pavilhão onde ficam as redes, em frente ao um condicionador de ar, passei frio, sim, mas tive o privilégio de ter uma tomada eletrica só pra mim. hahaha. Um detalhe bem importante, se você vai viajar com equipamentos e não gosta de passar calor, procure chegar cedo, umas 7h a 8h, que é o horário que você pode escolher um local para você chamar de seu, com condicionador de ar e de quebra uma tomada. 
Eu, essa que vós escreve, Cassiany de Paula, devidamente posicionada. kkkk
Nessas viagens, os passageiros costumam colocar suas bagagens acomodadas embaixo na rede. Recomendo até, à quem for viajar sozinho, para que tenham cuidado e fiquem sempre de olho em suas bagagens, pois os embarques e desembarques costumar ter gente que "confundem as suas bagagem com a do coleguinha ao lado" e aí já viu, né. Perca total. hahaha. É importante ficar atento à esse detalhe, que dependendo da situação, pode acabar totalmente com a sua viagem.
Já um outro detalhe bem importante nessas viagens, é a questão da alimentação. No primeiro dia é importante você se alimentar ainda em terra, no caso do almoço, pois o barco, no primeiro dia, sai as 12h. Uma dica legal é você comprar, nesse primeiro dia, um almoço e algo para comer durante os dias que você irá passar no barco. Porém, o navio, a partir da noite, oferece o jantar e no dia seguinte café da manhã, almoço e jantar, o custo varia de R$ 8,00 a R$ 12,00. Já viagem de ida pode levar 24h, ou seja se você sai hoje ao meio dia, você deve chegar no destino final às 16 horas da tarde do dia seguinte. Já a volta é um pouco mais demorada, leva quase 2 dias. 

Em questão de limpeza, o Ana Beatriz costuma ser bem limpinho, tanto o navio, como os banheiros, pois ele possui uma equipe de limpeza, que está prontamente ativa, caso seja necessário.
 
Já na área de lazer, os passageiros costumam desfrutar do bar, que fica no último andar. Lá o navio possui serviços de bebidas, lanches, área para pegar sol e banho de chuveiro. Se você é um daqueles viajantes que costumam se enturmar com a galera descolada, este é um ótimo lugar pra você passar seu tempo, fazer novas amizades e ainda pegar uma boa vista de todas as margens do rios e sentir aquele ar puro. 

Depois de desfrutar todo os serviços do barco, é hora de se acomodar e chegar no destino final, Santarém. Mas antes de chegar no destino final, o barco faz algumas paradas nas principais cidades do percurso, Itacoatiara, Parintins, Juruti, Oriximiná, Óbidos e Santarém. Nem todas as embarcações costumam parar nas cidades, outras só param quando há passageiros para embarque e desembarque. Mas a principal cidade de todo o percurso, é Óbidos, onde acontece a fiscalização da Polícia Federal.  Em Óbidos a policia fiscaliza toda a embarcação e bagagens suspeitas, assim como a presença de tráfico de drogas. Eles contam com ajuda de cães rastreadores. Essa fiscalização, chega a demorar de 10 minutos à 40 minutos.
Vista de Santarém de dentro do barco. Em frente a Cidade.


Em frente a cidade de Santarém, dependendo do horário é possível ver o encontro das águas.
Mais imagens lindas do rio!

Eis o encontro das águas. Rio Tapajós, na cor verde, com o Rio Amazonas, na cor marrom. 
P.S Uma dica importante para você, na hora de escolher qual embarcação viajar, escolha a maior, mais organizada, limpa e que te proporcione conforto.

P.S Outra dica importante é levar repelente. A noite no rio, costuma ter alguns mosquitos e insetos que buscam por luz. Procure não colocar a rede embaixo da lâmpada, pois costuma ser um ataque constantes de mosquito.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Oi Cassiany, tudo bem? Vou passar uma temporada em Manaus a partir de setembro e estou com muita vontade de conhecer Alter do Chão. Vc não disse no post quem te acompanhou na viagem. Qual sua opinião sobre ir sozinha, em questão de segurança? Vc acha que é tranquilo ou muito arriscado? Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ir sozinha é tranquilo sim, só ande com o que tem de valor perto de você. Dinheiro, telefone, cartões, sempre perto de você. No barco é bem tranquilo, coloque os seus pertences próximo de sua rede e fique de olho na hora de cada desembarque. E Boa sorte, aproveite cada minutinho da sua viagem! Se precisar de mais dicas é só me procurar. Bjs!

      Excluir

Popular Posts

Like us on Facebook

Formulário de contato